NEWS DE UMA SEMANA A MIL

Nem acredito que o fim de semana finalmente chegou. Até pouco tempo eu ansiava pela segunda-feira. Esta que se passou nessa semana, dia quatro de maio. Esse é um dia que ficará marcado para sempre na minha carreira como o dia da pré-venda de meu primero livro, Todo Amor Que Nunca Te Dei. E essa primeira semana ficará marcada como uma das mais intensas e cheias de notificações de smartphone da vida. Vou compartilhar aqui um pouco do tudo que rolou de segunda à sexta.

FINALMENTE “TODO AMOR QUE NUNCA TE DEI

Meia-noite e três de 04/05 já estava no ar minha primeira divulgação oficial sobre a pré-venda de meu primeiro livro, Todo Amor Que Nunca Te Dei. É, sem via de dúvidas, o momento mais especial, e fundamental, creio, eu, da minha carreira. É um divisor de águas. Não só por ser meu primeiro livro, mas por etar compartilhando nele algo 110% real. Fui o mais honesto e transparente que pude nas páginas desta obra que relata onze anos frustrados de um relacionamento de amor unilateral, onde amei sozinho uma pessoa não resolvida com sua sexualidade e que, por saber que minha tinha a hora que quisesse, fez de mim um prisioneiro “sentimental”. Espero, de verdade, que gostem desta experiência compartilhada que pode ser adquirida no link abaixo:

editoraflyve.com/todo-amor-que-nunca-te-dei

PLAYLIST “TODO AMOR QUE NUNCA TE DEI”

Para embalar a leitura do livro, preparei uma playlist com músicas citadas ao longo da narrativa, somadas a músicas que foram importante durante o período em que os fatos descritos ocorreram e músicas que fazem sentido com o que consta nas páginas. Muito mais do que uma playlist, fiz um apanhado de experiências resumidas em seleção de música, que, embora de ritmos que não se conectam, dialogam entre si para enriquecer os altos e baixos da história.

GAY BLOG BR

Arte by gay blog br

O primeiro veículo de notícias que reportou o lançamento de Todo Amor Que Nunca Te Dei foi o Gay Blog Br, do queridíssimo Vinicius Yamada. O site traz uma matéria super bem redigida, repleta te trechos do livro, com link pra compra e um pouco sobre este escritor que tanto vos escreve. Fica a dica de leitura no link abaixo:

gay.blog.br/cultura/literatura/pre-venda-do-livro-todo-amor-que-nunca-te-dei-comeca-nesta-semana/

SITE ALGUÉM AVISA

O portal de notícias com pauta LGBTQIA+ daqui do Rio Grande do Sul, Alguém Avisa, fez um post super completo com minha trajetória profissional. A matéria conta tudo desde primórdios do blog Monologay (em 2009), até o lançamento do meu primeiro livro, incluindo link pra adquiri-lo. Vale o clique no link abaixo:

alguemavisa.com.br/2020/05/06/escritor-gaucho-lanca-o-romance-todo-amor-que-eu-nunca-te-dei

PODCAST SOBRE REJEIÇÃO

O podcast Alô Terráqueo, meu excelentíssimo namorado, Alef Leal, e que tenho participado toda semana por motivos de quarentena, esta semana traz um episódio sobre rejeição. No episódio “Ai Gabi, só quem viveu sabe”, aproveitei o tema para contar um pouco sobre livro. Mas o episódio está repleto de outros pontos relevantes quanto ao tema. Clica pra ouvir que tá ótimo.

ERIC ENTREVISTA

Meu amigo de longa data, Eric Batista, me entrevistou para um novo quadro de seu canal no youtube, o ERIC ENTREVISTA. Falei sobre o livro, sobre o início da carreira, literatura e representatividade LGBTQIA+ e novos projetos. Tá super legal, assite aí.

Este é meu resumão da semana. Espero que a próxima semana seja tão cheia de boas novas quanto esta. Abraços a todos e ótimo final de semana.

DÊ PLAYLISTS DE PRESENTE

Imagem via Google

Isso aqui eu já não sei se enquadra-se como crônica ou apenas como uma super dica baseada no valor que eu dou pra você, caro leitor. Creio que o título já entregou completamente a que esse post veio, mas bora especificar. Não está sendo fácil, já cantava Cátia Cega, e bem sabemos que em meio a tantas necessidades financeiras, a gente da casse C não pode dar presente pra todos os amigos em datas especiais, daí nasce a ideia de dar de presente uma playlist, como já fiz pra ti, caro leitor, no Carnaval.

Quer algo mais pessoal e gostoso que música? O ato de criar uma playlist por ser movido por selecionar músicas que tenham marcado momentos vividos com a pessoa a ser presenteada ou músicas que quando tu escuta a letra ou melodia te lembram daquela pessoa. E quer elogio melhor que uma pessoa dizer ”quando ouço esse som eu lembro de ti” ou ”essa música lembra da gente”? É o auge da valorização alguém te dedicar uma música.

Quando alguém me manda uma música ou playlist eu escuto atentamente pra poder extrair a mensagem e o porque de a pessoa ter pensado em mim ouvindo aquilo. As vezes é algo bobo, as vezes é uma mensagem séria que tem a ver com minha vida ou com passagens vividas com a pessoa que enviou. O importante é que me sinto valorizadíssimo quando alguém compartilha comigo algo tão especial e particular que é a música.

Música é poesia, mensagem da letra ao tom de voz e melodia. Uma música muda o animo da gente, transforma real oficial o ambiente quando a vibe não tá boa e precisa ser transformada. Daí saber que essa música, ainda mais, uma seleção de músicas, foram escolhidas pra tu ouvir e saber que aquela pessoa especial dedica isso pra ti… Ah, cara, eu só acho essa doação algo lindo e prazeroso de ser vivido. É algo que a gente precisa fazer com mais frequência.

Sem contar que o ato de criar a playlist, por menor que seja, nos permite reviver cenas do passado com a pessoa ou apenas buscar coisas que vão aquecer ou confortar o receptor. É uma doação super simples, mas que pode dizer muito da gente e fazer o outro sentir a gente mais perto. Apenas permita-se ser um criador de algo especial e que vai tocar quem receber. Te garanto que é um prazer gostoso de ser vivido.

A playlist acima, que por sinal ouço enquanto escrevo, eu ganhei do meu incrível namorado. E é maravilhosa essa troca que temos desde a primeira teclada, onde começamos a enviar músicas que achamos que tem a ver com o outro. Experimente flertar com alguém trocando este tipo de estímulo. Apenas te joga que é tiro certo.

Nota – Meu aniversário é em 6 de setembro e eu vou ficar mega feliz de ganhar uma playlist inspirada em mim.

RETORNO: #carnaval ou CarNãoVou

Sim, eu estou vivo. Apos uma semana ressurgi pra ficar. Mas não, este não é um post de crônica nova. Este é apenas um post de sinal de vida, aviso de que após uma semaninha sem dar sinal, estou retomando as postagens tais quais eram antes (terças, quintas e domingos).

Também proveito o espaço para desejar que divirtam-se nessas duas noites restantes de Carnaval. Aproveitem ao máximo com os migues e crushs. Não façam nada que eu não faria, ou seja, TÁ TUDO LIBERADO rs rs.

Aos que, assim como eu, são do bonde dos “CarNãoVou”, desejo que aproveitem seu lar doce lar da melhor forma e ainda os presenteio com uma playlist daóra que fiz pensando só nos classicos de axé, samba, pagode e sei lá eu mais o que. Mas todos eles tem algo especial em comum, são da década de 1990, quando eu ainda era uma criança viada que se divertia ao som desses hinos ahazando baphonicamente nas festas de família. Enfim, é isso. Curtam as festas, bebam com moderação, ou não, usem camisinha e não transem com bolsominion que a culpa cai pegar certo depois que rolar. Xo Xo a gayzinha do blog rs.