PARABÉNS POR ESTAR SOBREVIVENDO

Bolo dizendo “FIQUE EM CASA”,
encontrado no Google.

Ainda não tenho certeza do quanto esse título é certeiro ou irônico. Certeiro porque realmente estamos sobrevivendo, praticamente por aparelhos, em 2020. Irônico porque se parar para analisar a dúvida que fica é “estamos mesmo sobrevivendo ou apenas nos deixando morrer?” Prefiro ser otimista e olhar pelo viés do “ao menos estamos respirando”, embora seja “do jeito que dá”.

O mesmo ano em que estou realizando o sonho de me lançar no mercado literário e que tenho sentido pequenas doses de realização pessoal após períodos difíceis, é o ano em que o mundo enfrenta uma das maiores crises e, consequentemente, todos estão encarando seus demônios e tendo de lidar com seu eu. A pandemia nos colocou na linha de frente da guerra pela vida e nos fez questionar toda nossa existência e como daremos sequência a ela.

Então, chega aquele dia em que, desde que me lembro, eu vibro na minha maior intensidade por ser um marco anual de que mais um ciclo chega e vou ter mais chances de fazer novas coisas acontecerem. Mas, este ano, eu não sinto assim. Eu apenas olho para os últimos meses e penso: “caraca, parabéns para mim por estar sobrevivendo”. Aliás, parabéns para todos nós.

Vou começar a tornar hábito o ato de deitar na cama e agradecer, ou acordar e agradecer, por ter sobrevivido mais um dia. Não tá fácil e disso todos sabemos. Haja Bons livros, bons filmes, boa literatura, bons vinhos, boas comidinhas, bons cafés e boa disciplina para não se revoltar e “meter o louco”, o que equivale a enlouquecer e se descontrolar, em linguagem popular. Haja paciência, para com os outros e para com nós mesmos, diariamente.

Se tu estás lendo isso aqui, comemore. Pois são CENTO E SETENTA E TRÊS DIAS desde que, lá em março, começamos esse exaustivo isolamento. É quase meio ano de pandemia e preocupações diárias com qualquer tosse, espirro ou dor. Somos vencedores dessa tentativa diária de se manter na corrida da vida, que não tem linha de chegada, mas tem muitos obstáculos e todos os dias temos renovado o contrato de corredores, mesmo nos dias em que desaceleramos. Então, me permito a repetição: PARABÉNS! Para mim, para ti e para todos aqueles que conseguem acordar e pensar “ufa, sobrevivi ao ontem”.

***

Adquira já meu novo livro, “MONOLOGAY : Crônicas, monólogos e resmungos de temática LGBTQIA+ de um gay”, disponível para Kindle no site da Amazon Brasil. Clique na imagem ao lado para garantir o teu já!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s